quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Sebastião foi o quarto vereador mais votado nas eleições de 2008




Sebastião do Remanso tinha 53 anos, casado, pai de quatro filhos; morador do Povoado Remanso, criado para acolher a população do extinto povoado de São Pedro dos Cacetes.

Foi vereador de 2009 a 2012 pelo Partido Democrático Brasileiro (PDT), eleito com 998 votos (3,58 % dos votos válidos), ocupou a quarta posição no total de 10 vagas no poder legislativo grajauense; foi o segundo mais votado de sua coligação formada pelos PHS, PDT, PT e PSB, perdendo apenas para Marinaldo do Gesso que obteve 1.236 votos; a coligação formada pelos quatros partidos políticos teve 6.134 votos (22,01% dos votos válidos), sendo que o PDT seu partido consegui 4.038 votos (14,49% dos votos válidos).



Nas eleições de 2012, Sebastião não consegui se reeleger, mais ocupou a segunda suplência com 588 votos (1,97% dos votos válidos), perdendo para Alessadra Almeida (PTC) e Remilson das Flores também do PDT que assumiu, mais teve o mandato cassado pela justiça eleitoral após ter sido condenado por venda de Carteiras de Habilitação (CNH) falsas.

Durante seu exercício parlamentar, defendeu interesses dos grajauense da zona rural, especialmente da região do Alto Brasil, onde obteve maioria dos votos.

Era oposição ao governo Mercial Lima de Arruda, militava no PDT, acompanhado o grupo político de Simone Limeira (PCdoB); nas últimas eleições Sebastião apoiou o atual prefeito Júnior de Sousa Otsuka o qual era ligado e prestava serviço a Prefeitura Municipal de Grajaú por meio da Secretaria de Infraestrutura.

Veja mais fotos do ex-vereador do PDT

Sebastião na defesa dos Trabalhadores Rurais (Foto: Francisco Matias/GF)

Atento as discussões e projetos para o desenvolvimento do município (Foto: Francisco Matias/GF)

Eleições 2012: Sebastião e demais candidatos da coligação de Simone Limeira no último dia de registro de candidaturas (Foto: Francisco Matias/GF)

Um sertanejo no Poder Legislativo Municipal (Foto: Francisco Matias/GF)

Com pouco estudo, Sebastião fala em defesa do povo e de sua região (Foto: Francisco Matias/GF)

Defendendo interesse e cobrando soluções dos problemas (Foto: Francisco Matias/GF)


Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Clima de forte comoção durante sepultamento do ex-vereador Sebastião do Remanso



Kairo Rabelo, filho de Sebastião do Remanso, durante homenagens ao pai (Foto: Alberto Rabelo)

Foi enterrado na tarde desta terça-feira (25), o corpo do ex-vereador Sebastião do Remanso, morto com três tiros na cabeça nas proximidades de sua chácara no povoado de Remanso, a 22 km de Grajaú. Centenas de pessoas estiveram presentes no sepultamento que foi realizado no cemitério do povoado.

Um forte clima de comoção marcou a despedida de familiares, amigos e correligionários políticos, que prestaram as últimas homenagens ao ex-vereador, que exerceu o mandato de 2009 a 2012. Sebastião era lavrador e prestava serviço a Prefeitura Municipal de Grajaú por meio da Secretaria de Infraestrutura.

A missa de corpo presente foi presidida pelo coordenador diocesano das Pastorais Sociais, padre Marcos Bassani do Povoado Alto Brasil que destacou a necessidade de um política de segurança capaz de enfrentar o crime de pistolagem que assola a região, especialmente no povoado do Remanso.

A líder política Simone Limeira (PCdoB) que militou junto com Sebastião, também prestou sua homenagem ao companheiro de caminhada e defendeu um sistema de segurança mais eficiente e comprometido na defesa da população.

Simone Limeira deixa sua mensagem (Foto: Vânia Monteiro)

Kairo Rabelo, filho de Sebastião, fez um desabado diante da impunidade que impera no povoado; o jovem falou sobre seu pai, destacando seu exemplo e seu trabalho na condução da família e no serviço aos pobres, especialmente os grajauense residentes na zona rural da região do Alto Brasil; questionou a atuação das autoridades competentes diante dos vários crimes que até hoje não houve nenhuma explicação.

Sebastião, já vinha recebendo ameaças e em função disso a polícia não descarta a possibilidades de que ele tenha sido vitima de um crime de encomenda.

Local da morte de Sebastião do Remanso (Foto: WhastApp)

Em memória do ex-vereador, a Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Grajaú da terça-feira (24) foi cancelada; o presidente da casa, Marinaldo do Gesso (PT), lamentou a morte do ex-colega de parlamento “Sebastião tinha uma posição firme durante os quatros anos que atuou na defesa dos direitos do povo de Grajaú, sendo oposição aos desmandos da gestão Mercial e parceiro do povo, especialmente dos que o elegeram”, comentou.

Sebastião do Remanso no exercício parlamentar em 2011 (Foto: Francisco Matias/GF)

Homenagens
“Nos rostos as lágrimas, no caminhar a desesperança, no choro a revolta, no coração a angústia e a pergunta: quantos ainda terão que morrer?”, lembra as mensagens nas redes sociais em apoio à família de Sebastião do Remanso.

Outra frase pede mais segurança e solução aos crimes na região “Consternada, a população de remanso chora mais uma vítima do crime organizado e clama pela iniciativa daqueles que são competentes”.

Veja outras mensagens




Veja mais fotos:


















Fotos: Alberto Rabelo e Vânia Monteiro



Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

terça-feira, 25 de agosto de 2015

PM prende suspeito de esfaquear homem em Sítio Novo




Sítio Novo, MA - Alison Araújo Chagas da Silva, de 19 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar (PM), após esfaquear Joanes Ribeiro da Silva. A tentativa de homicídio aconteceu no fim da tarde de segunda-feira, no bairro Vila Nova, em Sítio Novo do Maranhão.

A vítima foi socorrida e levada até o hospital da cidade com várias perfurações de arma branca na cabeça e nas costas. A arma utilizada no crime foi apreendida pelos policiais e apresentada na delegacia.

O suspeito foi apresentado no Plantão Central de Imperatriz, onde ficará à disposição da Justiça.

Fonte: Imirante
Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Cantor grajauense Bebé ganha tributo em São Luís


O grajauense Alberto Moraes, o Bebé, falecido no último dia 19 de julho no Hospital Geral de São Luís-MA, ganhará no próximo sábado (29), na Casa das Dunas na capital maranhense um Tributo promovido vários amigos, artistas da música popular maranhense.

Bebé, é natural de Grajaú, mais adotou Lago da Pedra no coração, onde fez muitas amizades e por muitos anos trabalho no Sistema Verdes Lagos de Comunicação, sendo um dos pioneiros do rádio lagopedrense, logo passando a ser apresentador na TV Verdes Lagos.

Era cantor e compositor, uma voz que confundia com a de Fagner, cantor cearense; participou inúmeras vezes do Festival de Músicas Grajauense (FEMUG), sendo vencedor em várias edições.
Em Grajaú é membro da família Teixeira e Jorge; fez parte de uma das gerações mais criativas do Colégio Santo Antônio, onde surgiram médicos, advogados, juízes, escritores, poetas, jornalistas e inúmeras figuras que foram destaques no Maranhão e em várias partes do Brasil.

A última apresentação de Bebé em Grajaú foi no dia 25 de abril de 2014 por ocasião das festividades dos aniversário de 203 anos de fundação da cidade; o artistas fez a alegria dos grajauenses no show dos cantores da terra no Palco Grajauzeiro na Praça Raimundo Simas; o evento foi promovido pela Secretaria Municipal de Cultura e contou com a participação de vários nomes da Música Popular Grajauense entre eles, Paulo Capoeira, Luís Carlos Pinheiro, Nilton Nogueira, Jesse Vieira, entre outros.

Com Diário do Grajaú

Veja Fotos de Bebé no Palco Grajauzeiro












Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Ex-vereador de Grajaú Sebastião do Remanso é morto a tiros




O ex-vereador de Grajaú Sebastião Leão da Silva, conhecido de todos por Sebastião do Remanso, foi morto a tiros na cabeça no início da manhã desta segunda-feira (24), no povoado de Remanso, as margens do rio Mearim, a 22 km de Grajaú.

Segundo informações do comandante da 15ª Companhia Independente de Grajaú, major Passos, a vítima estava nas proximidades de sua chácara quando foi surpreendido por dois homens, ainda não identificados, em uma motocicleta que sem nenhum motivo aparente dispararam três tiros contra o ex-vereador. “O que nós apuramos a partir do depoimento da mulher da vítima é que ele estava em frente a sua chácara quando foi surpreendido por tiros que foram disparados por dois suspeitos que estavam em uma moto”, relatou.

Ainda conforme o major, os policiais já começaram a investigar o assassinato do ex-vereador de Grajaú. “Nós já colocamos viaturas nas ruas para tentar localizar esses dois suspeitos. O crime já está sendo investigado”, afirmou o militar.

Sebastião, já vinha recebendo ameaças e em função disso a polícia não descarta a possibilidades de que ele tenha sido vitima de um crime de encomenda.

O corpo do ex-vereador foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Imperatriz-MA; será velado em sua residência no Povoado Remanso; o enterro é previsto para tarde de terça-feira (25).

Cresce a violência no município
Na semana passada, a cidade de Grajaú foi abalada com o assassinato de um jovem  de 19 anos, vítima de um latrocínio. Crime praticado por causa de um telefone celular. Os moradores estão assustados com esta onda de violência.

Colabore com o Jornal Grajaú de Fato, envie informações, fotos, vídeos e denuncias pelo WhatsApp (98) 98122-2926.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

domingo, 23 de agosto de 2015

Quem é Lidiane Rocha, a prefeita ostentação de Bom Jardim que segue foragida após operação da PF



Fotos que Lidiane exibia em seu instagram. Conta foi desativada
Não, você não viu de tudo no Brasil. Muito menos no Maranhão. Lidiane Rocha, 25 anos, do Partido Progressista (PP) a segunda prefeita mais jovem do estado, ficou conhecida como Prefeita Ostentação por exibir nas redes sociais imagem de uma vida de alto padrão enquanto Bom Jardim, que tem 40 mil habitantes, a 275 km de São Luís, vive na miséria e exibe um dos piores índices de
Desenvolvimento Humano (IDH) do país.

Eleita em 2012 com 22 anos de idade, a jovem se tornou prefeita após seu namorado, na época, Beto Rocha, candidato a prefeito ter sua candidatura impugnada pela Lei da Ficha Limpa. Lidiane assumiu a candidatura e foi eleita. No cargo, a prefeita que outrora vendia leite em um mercado da cidade, passou a compartilhar fotos da boa vida nas redes sociais e até a responder aqueles que se incomodavam. “Eu compro é que eu quiser. Gasto sim com o que eu quero. Tô nem aí pra o que achem. Beijinho no ombro pros recalcados", chegou a escrever. Em outro post, ela diz: "devia era comprar um carro mais luxuoso pq graças a Deus o dinheiro ta sobrando".


A conta www.instagram.com/lidiane_rocha_ foi desativada


A PF, por meio da Operação Éden, procura Lidiane por suspeita de fraudes em licitação e desvio de recursos da merenda escolar. A polícia investiga ainda transferências realizadas da conta da Prefeitura para a conta pessoal de Lidiane que chegam a R$ 40 mil em um ano. Também transferências para a conta do advogado da prefeitura, Danilo Mohana, que somam mais de R$ 200 mil.

Lidiane Rocha na Revista Caras e Nomes. Publicação vive de mostrar o glamour das administrações municipais do MA


Corrupção

Além da prefeita, secretários, ex-secretários e empresários estão sendo investigados por irregularidades encontradas em contratos firmados com empresas-fantasmas; licitações para reformar 13 escolas; contratos com 16 agricultores para o fornecimento de merenda escolar pelos quais cada agricultor recebia R$ 18 mil por ano. Mas os agricultores afirmam que não recebiam os pagamentos.
A justiça expediu mandado de prisão preventiva contra a ex-gestora. Até o momento foram presos Antônio Cesariano, ex-secretário de Agricultura e Beto Rocha, ex-secretário de Assuntos Políticos e marido de Lidiane. Eles estão no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mas devem ser transferidos para o Comando Geral da Polícia Militar.

Antônio Cesariano, ex-secretário de Agricultura e Beto Rocha, ex-secretário de Assuntos Políticos e marido de Lidiane (À esquerda)


Justiça Maranhense

Além de se exibir na internet com carros de luxo, festas e preocupação com beleza, Lidiane também não admitia intervenção em seu governo. Ela já foi afastada três vezes do cargo. Na primeira, em abril de 2014, ficou longe da gestão municipal por 30 dias após denúncias de improbidade administrativa e retornou em 72 horas depois de obter liminar na justiça. Em dezembro do mesmo ano o juiz Raul Goulart determinou novo afastamento da prefeita pelo período de 180 dias, após ela ter descumprido decisão judicial que a condenava a regularizar as aulas, a merenda e o transporte na rede municipal de ensino. A liminar voltou a ser suspensa, desta vez pelo Tribunal de Justiça do Maranhão em 48 horas.

De acordo com a Associação dos Magistrados do Maranhão, Lidiane teria ajuizado 11 ações pedindo a declaração da suspensão do magistrado junto ao TJ-MA com o objetivo de afastá-la do cargo. As ações foram julgadas e indeferidas.

Em maio deste ano, foi a vez da Câmara Municipal afastar a prefeita com a votação de afastamento requerido pelo Sindicato dos Professores Municipal de Bom Jardim por falta de prestação de contas referentes à educação. Lidiane, mais uma vez conseguiu voltar ao cargo em 72 horas.

Município sem gestor

Com Lidiane foragida, Bom Jardim segue sem gestor. Isso porque a prefeita continua no cargo, já que os vereadores estão impedidos de realizar votação por causa de uma cautelar obtida por Lidiane na justiça que proíbe a Câmara de realizar novo processo. Agora só a justiça poderá suspender a cautelar ou determinar novo afastamento da prefeita.

VEJA MAIS

Matéria mostra a realidade da educação e administração municipal em Bom Jardim





Lidiane Rocha insulta vereadores de Bom Jardim






Após eleita prefeita declarou que Bom Jardim iria mudar para melhor e que seu marido seria o verdadeiro administrador







Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários