terça-feira, 3 de março de 2015

Vereadores discutem local para novas instalações da agência dos Correios



Na sessão plenária da Câmara Municipal, nesta terça-feira (3) o vereador Clóvis Pombo (PT) indicou a necessidade de haver novo local para as instalações da sede dos Correios em Grajaú. Colocado em votação, a indicação foi aprovada. O parlamentar justifica que o prédio onde funciona a agência, além de estar em um local impróprio, não comporta a demanda do município e oferece riscos para a movimentação de valores, que é feita abertamente em via pública.

Na indicação, Pombo solicita que a administração municipal providencie novo local para as instalações da agência dos Correios. O presidente da Câmara, Marinaldo do Gesso (PT), disse que a indicação precisa ser analisada, já que não há conhecimento oficial por parte da Câmara do tamanho da área necessária para abrigar o prédio. “Há alguma sinalização de recursos por parte dos Correios? Tamanho de área? Se o município vai colaborar, isso é o básico a se saber; precisamos ter em mãos a planta baixa do futuro prédio”, afirmou.

Clóvis disse que a indicação é uma provocação sua, como vereador porque a situação dos Correios em Grajaú é grave. “Funcionários e clientes correm risco ali; não há segurança nenhuma e assaltos constantes por falta de uma localização estratégica; as carretas param ali com grandes volumes de dinheiro e isso tem provocado crimes”.

Além de pensar sobre a mudança do prédio onde há décadas funciona em frente à Praça Raimundo Simas, a vereadora Elisabete Nogueira (PV) disse que é interessante também pressionar para que haja uma segunda agência ou na Expoagra ou no Canoeiro. “Apenas tirar a agência do Centro não é bom, mas precisamos ampliar e melhorar o atendimento; por isso, sou contra a venda de lotes por parte da Prefeitura Municipal, pois futuramente precisaremos dos mesmos e não teremos como fazer permutas com o Governo Federal”.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Falta de infraestrutura do Estádio Municipal ameaça Campeonato Grajauense



Um estádio construído por anos e anos a fio. Por décadas foi apenas um elefante branco, um monumento inacabado e motivo de vários questionamentos por parte da população grajauense, até a inauguração em abril de 2014. Quase um ano depois, as chuvas fazem seu primeiro grande teste na infraestrutura que custou milhões aos cofres públicos e o resultado está aí: o campeonato que parece não ter fim mais uma vez está sob ameaça.

No último domingo (1º) as fortes chuvas que caem sob Grajaú adiaram a esperada partida entre Vila Nova e Trizidela pelas quartas de final da 1ª Divisão do Campeonato Grajauense. Na noite do dia anterior, 28 de fevereiro, as chuvas deixaram o gramado totalmente encharcado e sem condições de jogo. Na manhã seguinte a equipe do Vila Nova, ansiosa pela partida, até tentou tirar a água com baldes e rodos, em vão.

A equipe de arbitragem decidiu por garantir integridade física dos jogadores. “Analisamos a situação do campo e chegamos à conclusão de que não tem condições de haver jogo; infelizmente não podemos fazer nada e devemos preservar os jogadores de acidentes”, declarou o coordenador da equipe de árbitros da Liga Esportiva Grajauense (LEG), Francisco de Assis (Chiquim), que apitaria a partida naquele dia.

A decisão, porém, não foi bem recebida por todos. O técnico do Vila Nova, João Alberto (Mangabinha), ameaçou retirar o seu time do campeonato caso a partida não acontecesse naquele dia. “Tinha condições de jogo, já tivemos situações semelhantes. Um jogo contra o Vila Viana foi a mesma coisa: choveu por uma hora e jogados e nem por isso saiu jogador com braço ou perna quebrados. Não iremos mais jogar o campeonato e o nosso time está fora, pois tivemos um mês de trabalho e dinheiro jogados no lixo”.

Infraestrutura

Para o presidente da Associação Esportiva da Trizidela, Ronie Cézar Sousa Gama, a situação foge da alçada dos times. “É um problema de infraestrutura; a drenagem do campo não consegue suportar as chuvas que vêm caindo nos últimos dias sobre Grajaú.  Esse não foi o primeiro jogo adiado por esse motivo", lamentou. "Tenho certeza que os árbitros tomaram a decisão correta de cancelar o jogo para garantir a integridade física dos jogadores. Eles estão de parabéns. O Trizidela não concorda que jogo nenhum aconteça nessas situações, pois os jogadores são todos pais de família. O presidente da LEG avisou sobre a situação do campo para os times, mas alguns vieram por que quiseram. Nessa situação e sem drenagem é claro que o campo precisa de uns dias para se recompor”.

O presidente da LEG, Cristiano Fontenele, também lamentou a situação e atribui o problema à falta de fiscalização nas obras públicas. O jogo, segundo ele, será remarcado. “Infelizmente por força da natureza ficamos impossibilitados de realizar essa partida, mas como rege o estatuto da LEG, nós vamos remarcar dia e hora para a realização da partida. Todos sabem que esse campo foi entregue na gestão passada, sem a devida fiscalização e a atual administração tem mais esse problema para resolver; acontece esse tipo de situação que nos deparamos hoje, por falta de fiscalização nas obras públicas”.


VEJA AS FOTOS, CLIQUE AQUI


Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

segunda-feira, 2 de março de 2015

Dragon Ball Z: filme recria a história de Trunks



Depois do fracasso de Dragon Ball Evolution, ficou difícil imaginar uma boa e fiel adaptação live action para as séries Dragon Ball. Só que dessa vez, com a web série Dragon Ball Z: Light of Hope (Dragon Ball Z: Luz da Esperança) você poderá dar “luz a suas esperanças.”

A equipe Robot Underdog, responsável  também por outras adaptações como Street Fighter Assassin’s Fist (Street Fighter Punho do Assassino)  lançou o piloto de sua web série live action Dragon Ball Z: Light of Hope.

A série  é baseada no episódio especial Dragon Ball Z: A História de Trunks e narra as batalhas de Trunks e  Gohan contra os Androids 17 e 18 após a morte de Goku e dos outros Guerreiros Z.

O piloto é dirigido por Donnie McMillin e escrito por Derek Padula. O elenco da série conta com Tyler Tackett como Android 17, Amy Johnston como Android 18, Anton Bex como Gohan, Jack Wald como Trunks, Ruthann Thompson como Bulma, e Tim Neffdublando com a voz de Trunks do futuro.

ASSISTA AO VÍDEO





Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

domingo, 1 de março de 2015

Tiradentes vence e tira o São José da semifinal do Campeonato Grajauense da 1ª Divisão


Apesar de receber seis advertências, ter um jogador expulso e um machucado que foi levado direto para o hospital, a Sociedade Esportiva Tiradentes mostrou força de vontade neste sábado (28) ao vencer a equipe do São José no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Grajauense da 1ª divisão, por 3 a 1, garantindo sua vaga para a semifinal.

“O Tiradentes está preparado para ganhar esse campeonato; essa é uma meta que vimos trabalhando antes mesmo do início da competição”, declarou o presidente do Tiradentes, Adriano Chaves.
No início do primeiro tempo veio o gol do Tiradentes. A audácia de Raimundo Nonato deu ânimo aos companheiros e alegria à torcida que marcou presença no Estádio Municipal no primeiro jogo do campeonato com bilheteria paga.


Ao cobrar uma penalidade, Marcelino, do time do São José, fez o primeiro gol do segundo tempo. A briga não parou por aí; para reverter a situação, a equipe do Tiradentes e fez mais dois gols em cima do time da Vilinha que ficou mais uma vez fora da competição.

Para o técnico Gerson Lima Fontenelle, a equipe do São José descuidou muito ao deixar passar diversas oportunidades de gols. “Apesar do desempenho e do entusiasmo da equipe, nosso erro foi não saber aproveitar as oportunidade que tivemos durante a partida e mais uma vez ficamos fora do campeonato”, lamentou. “Perdemos também a chance de nosso jogador Rogério Silva ser o artilheiro da competição com 12 gols até agora”.

O jogo agradou o torcedor. “Assistimos uma excelente partida, bons gols, um trabalho eficiente da arbitragem e torcida bem comportada e animada”, destacou o esportista Tony Rios, ex-presidente da Liga Esportiva de Futebol Grajauense (LEG) e presidente do Náutico Futebol Clube, do bairro Expoagra.

Ao final da partida a Liga sorteou dois brindes surpresa para os 271 torcedores que pagaram ingressos no valor de R$ 2,00. Os R$ 542,00 serão revertidos para manutenção da sede da entidade esportiva que será inaugurada no final do campeonato.




Tiradentes 3 x 1 São José
Campeonato Grajauense de Futebol 2014

Ficha Técnica
Competição: Campeonato Grajauense 2014 – Quartas de finais
Data: Sábado, 28 de fevereiro de 2015, às 16:00 hs
Estádio: Municipal, no Grajaú/MA
Público/Renda: 271 pagantes – Renda: R$ 542,00


Árbitro: Messias Gavão
Assistentes: Mauricio Carvalho/ Valter Santos/ José Alberto Torres/ Paulo Nunes/ Francisco de Assis (Chiquinho)
Cartões Amarelos: Tiradentes: Raimundo Nonato (14), Roitman (07), Cecílio (18), Samuel (10), Jailson (17) e Simas (03) / São José: José Cláudio (11)
Expulsão: Roitman (07),

Gols da Partida: 3 X 1
Tiradentes: 2 gols de Raimundo Nonato (14), um no 1º e 2º tempo/ 1 gol de Cecílio (18) no 2º tempo
São José: 1 gol de Marcelino (22)

Sociedade Esportiva Tiradentes


01 – André Fontenelle
02 – Pedro Sergio
03 – Raimundo Simas
04 - Dimas
05 – Fernando
06 – Fernando
07 - Roitman
08 – Adriano
10 - Samuel
12 – André Junior
13 - Gonçalo
14 – Raimundo Nonato
15 – Fita
16 – Capitão Gean Levi
17 – Jailson
18 – Cecílio
19 - Ricardo
20 – José Lucas
21 - Aison
22 - Alexandre
Técnico: Beto

São José Futebol Clube


02 – Júlio Cesar
03 – José Augusto
04 - Marivaldo
06 - Neurisvam
07 – João Paulo
08 – Francisco Pereira
09 - Robson
10 – Rogério
11 – José Claudio
12 – André Pereira
13 - Gilmar
14 – Francisco da Conceição
15 - Frankerley
20 - Ordelio
21 – Francivaldo
22 – Marcelino
Técnico: Gerson Lima

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Os bares de Grajaú


HILTON SOUZA
Quando cheguei a Grajaú eu fiquei impressionado.
Com três tipos de comércios que tinha pra todo lado.
E agora vou lhe contar, era salão de beleza.
Açougue por natureza e em toda esquina um bar.

Como sou lindo de nascença e não como carne todo dia.
Dos três comércios que vi, um eu mais frequentaria.
E comecei a beber, no Zuqui, Serra da Mesa.
Aí eu tive certeza, os bares vou conhecer.

Na Praça Raimundo Simas bebi no Bar do Negão.
E lá no Chico Cantídio eu tomei um São João.
Depois no Bar do Pinguim tomei uma amargosa.
Êta pinga saborosa, esta foi feita pra mim.

Visitando a Expoagra, foi na Barraca Central.
No tempo de exposição e lá que é o canal.
Mas não para por aí, se você que brincadeira.
Lá tem uma floresta inteira pra você se divertir.

Bebi na Rodoviária em tudo quanto foi bar.
O no Garganta Gelada do ladinho do Ceará.
Também no Bar do Divino e no Delícias do Sertão.
Declamei e ouvi canção de quando eu era menino.

No Barzinho do Santa Neusa encostei pra ouvir modão.
Sai pro Bar do Cotia e de lá fui pro Canecão.
E fiquei imaginando qual seria o paradeiro. 
Então fui pro Canoeiro pra continuar brincando. 

No Encontro dos Amigos fiz a primeira parada.
Segui pro Bar do Miúdo e tomei uma gelada.
Voltei no Bar do Adão e me lembrei da Fazendinha.
Lá bebi uma caipirinha e me mandei para o Trevão.

De lá fui para a Extrema e entrei no Bar do Pilão.
Eu pedi uma skol latinha me trouxeram uma litrão.
Para não me embriagar e também não perder a linha. 
Dalí fui para a Vilinha ao Bar do Chaga prosear.

Cassando o Caminho de Casa eu voltei pro Canoeiro.
Chegando no Bar do Chefe, topei com um companheiro.
Que estava indo a praça, a um bar que tem cortesia.
Quando o dono aniversaria as pingas todas são de graça.

Este bar é frequentado por meio mundo de gente.
O nome é Bar do Paulo, mas dos cornos por patente.
Tem cifre pra todo lado e um chocalho no portão.
Que faz a recepção de um corno ao ser batizado.

Ouvi som no Nosso Canto e na Toca do Lapixó.
Ao centro fui na Palhoça, no Terraço da Vovó.
E num lugar de bom gosto, de ambiente bacana.
Por nome Porto de Nanana degustei um tira-gosto.

Na Pizzaria Beijo Frio encerrou esta jornada.
De pinga, conhaque, ice, vinho e cerveja gelada.
Deste simples forasteiro e curioso rapaz


Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Jogadores do Vila Nova tiram água do Estádio Municipal com rodo e baldes para garantir jogo contra o Trizidela



As chuvas que caíram sobre a cidade durante a noite de sábado (28) danificaram o gramado do Estádio Municipal, que às 16h recebe a quartas de final do Campeonato Grajauense de Futebol, da 1ª divisão entre Trizidela e Vila Nova. A quatro horas do início da partida, jogadores do Vila Nova trabalhavam com rodos e baldes para retirar água do campo.

“O grupo do Vila Nova está trabalhando para retirar a água do Estádio e garantir a partida de hoje. Nossa equipe estará aqui, mas quem vai decidir é a Comissão Arbitral e os dois capitães; por enquanto não tem nada adiado; por parte do Vila Nova tem o jogo”, declarou o técnico do time, João Alberto (Mangabinha).

O técnico criticou ainda a falta de colaboração da organização do campeonato e o grupo do Trizidela para garantir a partida deste domingo. “O empenho de todos nessa hora é muito importante. Convidamos o grupo do Trizidela e seu presidente Rony César para ajudar, mas ninguém apareceu. Somente um jogador do Tiradentes se solidarizou com a gente”.

Sobre o problema estrutural da drenagem da água do campo, o técnico disse que só um engenheiro pode responder sobre a situação. “Percebemos que a drenagem foi feito nas laterais, mas o meio do campo ficou a desejar; esse problema estrutural só um engenheiro pode resolver; não posso falar algo que eu não tenho conhecimento”, comentou.

O capitão do Vila Nova, Erasmo Lopes Carvalho (Deriquim) criticou a decisão da organização de cancelar a partida e ameaçou retirar o time do campeonato. “A decisão já foi tomada, mas iremos retirar a água do campo para termos condições de jogo; se passar de hoje, o Vila Nova não vem mais para o campo”. Ele ainda acrescentou. “Estamos preparados para vencer a partida de hoje, por isso o nosso empenho em retirar a água do campo; o pessoal do Trizidela não, mas estamos aqui dando nossa contribuição”, garantiu.

O Vila Nova chegou as quartas de final com seis vitórias, um empate e duas derrotas; dos 27 pontos, consegui 19. Fizeram 27 gols e sofreram oito. A partida mais difícil do time foi contra a equipe do São José, que venceu por 2x0.

“Somos um time humilde, mas trabalhamos com muito esforço e determinação. Até a semana passada não éramos candidatos a nada, e hoje estamos lutando para uma vaga na semifinal”, comemorou Mangabinha.

VEJA TODAS AS FOTOS. CLIQUE AQUI







Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Flávio Dino discute investimentos para o Maranhão com a presidente Dilma Rousseff




Plano de Ação Mais IDH, Programa Escola Digna e propostas sobre rodovias federais que cortam o Maranhão. Foram esses os projetos prioritários apresentados pelo Governador do Maranhão, Flávio Dino, à presidente Dilma Rousseff, em audiência no gabinete da Presidência da República, na tarde de quarta-feira (25).

Ao lado do presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, o governador apresentou os projetos especiais encampados pelo Governo do Maranhão sob a nova gestão. O combate às desigualdades sociais e a elevação dos indicadores socioeconômicos do Maranhão são os pontos de foco para atuação no Estado, apresentados por Flávio Dino à presidente e ao ministro-chefe da Casa Civil, Aloísio Mercadante.

Os programas de combate às desigualdades que estão sendo implementados pelo Governo do Estado foram detalhados por Flávio Dino a Dilma, que solicitou à presidente parcerias com o Governo Federal para potencializar as ações articuladas pelo Estado.

O Plano de Ações Mais IDH consiste em articulações, nos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano, direcionadas a melhorar os indicadores de saúde, educação, renda e longevidade da população.

O programa ‘Escola Digna’ que tem por principal meta erradicar as escolas de taipa e barro no interior do Maranhão também foi tratado na audiência. O governador também pleiteou a duplicação das BRs 135 (de São Luís a Miranda do Norte), 236 (de Timon a Caxias) e 010 (interligando Imperatriz a Açailândia).

Segundo Flávio Dino, Dilma demonstrou solidariedade com o Maranhão e se comprometeu a ajudar o Estado via programas federais que tenham maior impacto para a população maranhense, em sintonia com os pleitos apresentados pelo governador.

Defesa da Refinaria

Outro tema marcante levado por Dino foi a defesa da retomada da Refinaria Premium da Petrobras no Maranhão. Os investimentos realizados pelo Governo Federal em Bacabeira, segundo o governador, devem ser retomados porque o Estado possui pré-condições logísticas e naturais únicas no Brasil. “Entendemos as razões da Petrobras em adiar o projeto, porém temos convicção de que ele será retomado, pois é importante para o Brasil aumentar a capacidade de refino e o Maranhão é o estado com as melhores condições para receber esse investimento,” disse Flávio Dino ao informar que solicitou reunião com o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários