quarta-feira, 1 de abril de 2015

Governo do Maranhão anuncia investimento de R$ 30 milhões para a Uema e nomeação de professores para diversos campi no Estado



Durante a solenidade de colação de grau de 413 estudantes da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), na noite de quinta-feira (26), no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, na capital, o governador Flávio Dino assinou o ato de nomeação de 53 novos professores aptos a ingressar no corpo docente da instituição em diversos campi no estado. Além da nomeação dos professores, Flávio Dino anunciou investimento de R$ 30 milhões para recuperar a infraestrutura de vários campi da Uema.

“Estou para aqui não só para nomear estes professores que passaram por um rigoroso processo seletivo e que encorparão o quadro intelectual da universidade, mas também para afirmar que o governo está alocando recursos no valor de R$ 30 milhões para reformar o que for preciso na Uema de São Luís e em todas as unidades municipais”, declarou o governador.

Dino também informou que as gratificações do corpo diretivo da Uema passarão por reajustes. “Aqueles que lideram o processo acadêmico precisam de remunerações justas e de acordo com o novo cenário econômico. Quero divulgar em primeira mão nesta solenidade de colação de grau, a liberação de R$ 1 milhão para reajustar as gratificações de diretores, secretários e coordenadores de graduação”, anunciou.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

segunda-feira, 30 de março de 2015

Procissão de Ramos abre a Semana Santa em Grajaú


A tradicional procissão do Domingo de Ramos e da Paixão de Cristo reuniu dezenas de fiéis na Paróquia de Nosso Senhor do Bonfim, no último domingo (29). A celebração na Igreja Catedral foi presidida pelo Bispo Diocesano Dom Franco Cuter.

O Domingo de Ramos marca o início da Semana Santa, tradição que relembra a passagem de Jesus por Jerusalém. A data estimula a reflexão dos fiéis e é marcada por muito simbolismo. Em Grajaú a procissão teve início na Comunidade Santa Teresinha, na Vila Milton Gomes (Couro Seco), onde houve a benção dos galhos de palmeiras, que relembram a passagem da bíblia que narra a chegada de Jesus à cidade Santa de Jerusalém.

Durante a homilia, padre Weslly Melo da Silva, administrador paroquial da Paróquia Nosso Senhor do Bonfim, disse que a Semana Santa é o período onde os cristãos são convidados a viver sua fé, acompanhando Jesus na doação de sua vida, Paixão, morte e ressurreição.

No momento do ofertório os católicos devolveram os envelopes com a Coleta Nacional da Solidariedade, gesto concreto da Campanha da Fraternidade, promovida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Todas as doações financeiras realizadas pelos fiéis farão parte dos Fundos Nacional e Diocesanos de Solidariedade.

Semana Santa

Na terça-feira (31), às 18h30 acontece na Igreja Catedral Nosso Senhor do Bonfim, a missa dos Santos Óleos com a presença de todos os padres da Diocese de Grajaú. Na quinta-feira (2), tem início o Tríduo Pascal, período que compreende a Quinta-Feira Santa, Sexta-Feira Santa e Vigília Pascal, véspera do Domingo de Páscoa, quando ocorrem celebrações em memória da Paixão, morte e ressurreição de Jesus, conforme a tradição da Igreja.






Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Artigo: O sentido da Semana Santa em nossas vidas


As celebrações do Domingo de Ramos introduzem a comunidade católica na Semana Santa, momento central de sua vida e de sua missão. Com a tradicional procissão dos ramos a Igreja, repetindo o gesto de fé e de amor com que as crianças e o povo humilde acolheram Jesus em sua entrada em Jerusalém, deseja expressar sua fé e seu amor a Jesus e renovar sua disponibilidade a se comprometer na missão de Jesus a serviço da vida plena para todos.

E deseja proclamar a todos que em Jesus ao mundo é oferecida a possibilidade de superar e vencer o mal, o egoísmo, o pecado, as discriminações e a violência à procura de uma sociedade justa e fraterna conforme o projeto e o sonho do Deus criador.

Missa Crismal ou dos Santos Óleos

Jesus escolhe e consagra homens disponíveis como sacerdotes da Nova Aliança. Ungidos pelo Espírito Santo, eles são chamados a continuar a presença e a missão de Jesus, o Bom Pastor, no meio do povo. Por isso, na Missa Crismal, os padres da Diocese reúnem na Catedral ao redor do bispo, para agradecer pelo dom do sacerdócio e renovar seu compromisso a serviço do povo e, juntos, irão abençoar os Santos Óleos e o Crisma, através dos quais, na celebração dos sacramentos, os fiéis acolherão e experimenterão o perdão, a graça, a ternura de Deus Pai que em Jesus os acolhe e salva.

(Na Catedral de Grajaú a celebração acontece na Terça-feira Santa na Catedral).

Toda a Semana Santa é orientada para o Solene Tríduo Pascal que iniciará com a Celebração da Ceia do Senhor à noite da Quinta-feira Santa e se concluirá na Páscoa, na alegria da Ressurreição.

O Tríduo Pascal é o Centro da Vida, o centro da Liturgia da comunidade cristã porque nestes três dias celebra e vive o Grande mistério do Amor de Deus, que se manifesta na Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor Jesus e assim proclama com fé renovada ao mundo que Cristo venceu a morte, o pecado e o mal, que em Cristo é possível a vitória do amor sobre o ódio, da vida sobre a morte, da fraternidade sobre o ódio e a violência.

Ao anoitecer da Quinta-feira Santa, a comunidade reúne ao redor do altar para lembrar e agradecer pelo dom de Jesus Cristo que na Eucaristia, pelo Pão e Vinho, oferecidos em sua memória, renova o mistério de sua morte e ressurreição e, na comunhão, se doa em alimento para que quem comungue tenha a força também de fazer de sua vida um dom a serviço dos irmãos. O sugestivo rito do “Lava-pés” nos ajuda a entender o sentido profundo da Eucaristia, quando o celebrante repete o gesto de Jesus na última Ceia lavando os pés das doze pessoas e expressa assim com força que, quem é discípulo de Jesus, deve se dispor a servir os irmãos e irmãs como Jesus que se fez servo de todos. Celebrar a Eucaristia é entrar em comunhão com Jesus, para dele receber a coragem de amar e servir como ele amou e serviu.

Sexta-Feira Santa é o dia que lembra o caminho de sofrimento e de dor que levou Jesus ao Calvário, é o dia para perceber quanto é grande o amor que leva Jesus a dar a vida para que nós tenhamos vida, mas nos lembra também a tristeza do pecado, do egoísmo, da violência que só podem ser derrubados pela morte do Filho de Deus.

Lembra também a trágica realidade de sofrimento e de dor de tantos irmãos e irmãs espalhados pelo mundo, pisoteados e humilhados pela fome, pela guerra, pelo ódio, pelas doenças, pela marginalização... lembra também hoje o sofrimento de tantas comunidades cristãs perseguidas para calar sua voz e seu testemunho.

A comunidade católica reviverá intensamente toda essa realidade na celebração na Catedral, na tarde de Sexta-feira Santa, na celebração da Paixão e Morte de Jesus na certeza de sua vitória e de sua ressurreição. A partir da Catedral seguirá depois a tradicional Procissão do Cristo Morto pelas ruas da cidade, sinal de nossa fé e nosso compromisso, sinal do desejo de Jesus de fazer sentir sua presença a todas às famílias, a todas as pessoas, de maneira especial a todos aqueles que sofrem, pela doença, pela pobreza, pelo abandono...Nossa Senhora se unirá à nossa caminhada como a Mãe solícita, que nos ajuda a olhar a Jesus com confiança e esperança, a acreditar e aceitar a Ele em nossa vida, a caminhar na esperança, apesar da experiência sofrida do mal.

Sábado Santo é o dia do silêncio, o dia da espera, que culminará, à noite, na solene Vigília Pascal, ponto de chegada de toda a caminhada quaresmal. Infelizmente a comunidade católica ainda não percebe a beleza e o valor da Celebração da Vigília pascal, celebração que é o coração da Liturgia e da vida da comunidade, como a fonte da qual brota o manancial de graça e de vida que acompanhará a comunidade ao longo do ano em seu compromisso de anúncio e de testemunho.

Às 23 horas nos reuniremos na frente da Catedral para a celebração da Luz, de Cristo Luz do mundo com a benção do fogo e a procissão luminosa que nos levará à Catedral. Reunidos em devota meditação, reviveremos, através da Bíblia Sagrada, os momentos mais marcantes da História da Salvação, momentos em que a humanidade sentiu e experimentou a presença salvadora de Deus nos eventos salvíficos que culminam no alegria da Ressurreição de Jesus.

Na celebração do Batismo dos catecúmenos e na aspersão com a água que lembra a graça do nosso Batismo, sentiremos a misericórdia de Deus que em Jesus nos perdoa, nos liberta do mal, faz de nós criaturas novas, capazes de continuar no mundo a presença e a missão de Jesus.

Toda a caminhada da Quaresma, os intensos dias da Semana Santa, o solene Tríduo Pascal terão sua conclusão no rito da Renovação das promessas batismais, pelas quais cada um de nós e toda a comunidade, agora mais firmes e fortes em nossa fé em Jesus, assumiremos um compromisso corajoso de sermos de verdade discípulos e missionários de Jesus colaborando com a palavra e com concretos gestos de testemunho na construção do Reino de Deus.

Domingo de Páscoa é o dia da alegria de quem se sente amado por Deus e agora capaz de amar a todos com a ternura e a misericórdia de Deus. É o dia para anunciar a todos que Cristo ressuscitou, que o Amor venceu o ódio, que a Vida venceu a morte;  e o dia para sentir a beleza de sermos todos convocados para que vitória de Cristo se concretize no dia a dia através do compromisso de todos nós para com a justiça e a fraternidade indo ao encontro dos irmãos com o coração de JESUS.

Alegrai-vos e exultai, Virgem Maria, aleluia porque o Senhor ressuscitou verdadeiramente, Aleluia. Alegra-te Grajaú porque Jesus plantou a sua tenda em teu meio.

*Dom Franco Cuter é Bispo Diocesano da Diocese de Grajaú

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

sexta-feira, 27 de março de 2015

Governo vai municipalizar Procon em 12 municípios. Grajaú está fora da lista


O anúncio do projeto de municipalização da Fundação e Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) foi feito na manhã desta quinta-feira (26) por meio da assinatura do termo de cooperação técnica entre o Governo do Estado e as prefeituras maranhenses. Outras cinco unidades já existentes passarão por reforço estrutural.

O projeto segue diretriz do governador Flávio Dino, com o intuito de estabelecer um intercâmbio de informações entre órgãos oficiais e aprimorar o atendimento ao consumidor. O objetivo do termo de cooperação é ampliar o atendimento ao consumidor por intermédio dos serviços de orientação, atendimentos prestados e fiscalização. Com a expansão das unidades de atendimento do Procon, o órgão adquire a municipalização de serviços e garante melhor assistência ao cidadão.

A boa notícia é que o benefício será expandido. A má notícia é que na lista não figura Grajaú, que é um dos municípios que mais crescem na Região Centro-Sul maranhense.

Contemplados

São João dos Patos, Bacabal, Presidente Dutra, Codó, Açailândia, Itapecuru, Santa Luzia, Barreirinhas, Pinheiro, Santa Inês, Timon e Estreito serão contemplados com as novas unidades e Balsas, Caxias, Imperatriz, Pedreiras e São Luís (Sede, Unidade Viva-Cidadão Praia Grande e Viva-Cidadão João Paulo) receberão reforço estrutural.

Benefícios

Com o projeto de municipalização do Procon-MA, os consumidores serão beneficiados com a prevenção de conflitos nas relações de consumo; a proteção e defesa dos consumidores, individual e coletivamente, por meio de atendimento e fiscalização; educação para o consumo, informando e conscientizando toda a população;a promoção da harmonia nas relações de consumo, além de auxílio aos fornecedores para a melhor prestação de seus serviços, por meio da atenção à legislação e atendimentos para a realização de reclamação e solução de demandas de consumo.


Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

quinta-feira, 26 de março de 2015

Em sessão plenária, Marinaldo do Gesso ataca gestão do Hospital Geral de Grajaú


“Já foi uma referência para a Região, agora está deixando a desejar”. Foi o que disse o presidente da Câmara Municipal na sessão plenária desta terça-feira (24) ao se referir ao Hospital Geral de Grajaú (HGG) do Governo do Estado que, desde janeiro é gerido por uma equipe indicada pela assessora especial do Governador Flávio Dino, Simone Limeira.

Segundo o presidente, o HGG está desenvolvendo trabalhos “sem qualidade, sem compromisso e sem responsabilidade”, fato que “vem causando transtornos para a população”.  Marinaldo questionou ainda que a unidade de saúde esteja pagando médicos ortopedistas de longe, “da baixa da égua”, conforme o vocabulário usado por ele, ao invés de contratar o Dr. Ariosto, que mora em Grajaú.

Recado

Por fim, o parlamentar mandou um recado para Simone Limeira: “converse com o nosso secretário de saúde, converse com o Ariosto que é um especialista e atende muitas pessoas da região, para ele trabalhar no HGG. Não perguntei a ele sobre isso por que não é minha função, mas a responsabilidade é de quem assumiu a direção para resolver os problemas do Estado”, disse. Marinaldo ainda declarou que “os hospitais conveniados com o Município estão dando conta do recado, as UBS também; falta agora o Estado fazer a parte dele”.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Zezinho das Motos: “O Júnior Otsuka é o nosso prefeito hoje por que o povo não aguentava mais ver o município sendo saqueado”


Respondendo aos ataques do líder da oposição, o líder do governo na Câmara Municipal, Zezinho das Motos (PR), voltou a justificar por que o prefeito Júnior de Sousa Otsuka é o atual gestor do município, nesta terça-feira (24) em sessão plenária. “Da creche da Expoagra, por exemplo, foi desviado R$ 900 mil; os professores revoltados por que não recebiam os seus salários fizeram a mudança elegendo o Júnior Otsuka que é o nosso prefeito hoje por que o povo não aguentava mais ver o município sendo saqueado”.

Zezinho também acusou a gestão anterior de ter desviado o dinheiro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em construção no bairro Expoagra. “Levaram R$ 200 mil daquela obra e nós a perdemos; a nossa gestão através do prefeito Otsuka, do vice-prefeito Dr. Abmael e do deputado Chiquinho Escócio foram a Brasília e a recuperaram”. Zezinho também falou que graças ao Otsuka diversas obras foram concluídas como o Estádio Municipal que, de acordo com ele, “a gestão anterior levava  dinheiro, levava o dinheiro e a obra nunca era concluída” e afirmou que Grajaú tinha o apelido de catapora “devido à quantidade de buracos nas ruas; hoje nossa cidade está praticamente toda asfaltada”.

Para concluir, o líder no Governo disse que no fim das contas, o povo faz a escolha que merece. “O povo sempre escolhe; se quiserem um prefeito que trabalha, que é sério, não desvia recursos, que paga os funcionários em dia está aí o Otsuka; agora se querem um que nos obriga a esperar o dia 10, 20 e 30 e não paga os salários, está aí também o velhinho como sempre falam”.


Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários

Vereador José Jairo lamenta que estudantes da rede pública municipal ainda continuem em férias



Findando o primeiro trimestre do ano algumas escolas da rede pública municipal continuam em férias em Grajaú. O vereador José Jairo (PMDB) lamentou a situação na sessão plenária de terça-feira (24). “Não venham me dizer que é por falta de ônibus escolar, que essa justificativa não cola mais; tivemos dezembro, janeiro, fevereiro e até a presente data, ainda algumas escolas estão sem funcionar”. O líder da oposição na Câmara denunciou também que os alunos que estão estudando em algumas unidades de ensino do Município estejam sem merenda escolar.

Jairo declarou que nas maiores escolas como Hilton Nunes faltam carteiras. “São muitas as carteiras quebradas e dinheiro para a educação vem para manutenção; onde está o dinheiro?”, questionou. O vereador ainda criticou que o prefeito de Grajaú não é encontrado na cidade, repetindo as mesmas práticas do Mercial que também era criticado.

O parlamentar reclamou ainda que o atual prefeito não atende mais o empresário Zé Maria Nascimento que segundo ele, teria financiado a campanha de Otsuka, mas não é mais recebido na Prefeitura Municipal. “O Zé Maria foi proibido de entrar na Prefeitura; a que ponto chegamos meus amigos, mas ele (Zé Maria) disse que enquanto tiver dinheiro para receber do prefeito, continuará a entrar lá, nem que seja morto”, disse.

Compartilhar no Google Plus
Todo o conteúdo exposto por comentários nas matérias deste site é de responsabilidade de seus respectivos autores. O Jornal Grajaú de Fato não se responsabiliza pelas opiniões pessoais de seus leitores.

Comentários